26/5/19
 
 
França. PSG volta a adiar festa do título

França. PSG volta a adiar festa do título

Laura Ramires 17/04/2019 20:04

Comandados de Thomas Tuchel voltaram a perder nova oportunidade de confirmar a conquista da Liga francesa, ao perder por 2-3 no reduto do Nantes. 

À terceira não foi de vez para o PSG, que voltou, novamente, a falhar o assalto ao título de campeão nacional, na tarde desta quarta-feira, em Nantes, num jogo em que os comandados de Thomas Tuchel só precisavam de um empate para se sagrarem bicampeões de França.

O mais inacreditável voltou, de resto, a ser o filme de como tudo isto aconteceu. É que apesar de só precisar de um ponto, a turma parisiense entrou com vontade de conquistar a Ligue 1 com um triunfo, e Dani Alves, aos 19 minutos, inaugurou o marcador com um golaço. Porém, a vantagem do clube da capital não ficou por muito tempo: Diego Carlos igualou a partida aos 22 minutos e tornou-se o homem do jogo ao bisar, com o segundo golo a surgir já no início da segunda metade (52’). Ainda no primeiro tempo, Majeed Waris, avançado emprestado pelo FC Porto, tinha sido o autor da reviravolta ao fazer o segundo golo do Nantes aos 44 minutos. Já nos últimos suspiros da partida (89’), Guclu fixou o resultado final em 3-2.

Recorde-se que esta derrota acontece três dias depois da humilhação que o PSG sofreu no Stade Pierre-Mauroy, em que foi goleado pelo Lille (5-1), segundo classificado na tabela, num encontro em que também só precisava de um ponto para chegar ao oitavo título de campeão francês da história do clube parisiense.

Ainda antes do passado domingo, na receção ao Estrasburgo (jornada 31), Kylian Mbappé e companhia já tinham falhado o primeiro assalto ao título após o empate a duas bolas verificado no Parque dos Príncipes, num encontro em que a formação parisiense estava obrigada a vencer para garantir o troféu.

Ausência de Mbappé em destaque De notar, ainda, que apesar das várias baixas no plantel do atual campeão francês (entre lesionados e castigados), o avançado francês foi mesmo o grande ausente do jogo desta tarde, uma decisão que já fez, aliás, correr muita tinta. De acordo com o Le Parisien, o treinador alemão castigou o jovem jogador pelas declarações que proferiu após a goleada sofrida em Lille. Mbappé – o melhor marcador da prova com 27 golos (em 32 jogos) –, disse que a sua equipa tinha jogado com “amadores e sem personalidade”. Sem vencer há três jogos consecutivos, o PSG volta a ter nova oportunidade de chegar ao bicampeonato no domingo, na receção ao Mónaco de Leonardo Jardim, na 33.ª jornada da prova.

Os monegascos, atuais 16.º classificados na Liga francesa, continuam a lutar pela manutenção e, por isso, obrigados a ganhar o máximo de pontos até ao final da competição. A dois lugares da linha vermelha, o emblema, que conta com os internacionais portugueses Adrien Silva, Gelson Martins e Rony Lopes, tem atualmente uma vantagem de sete pontos para o Dijon, primeiro clube na zona de despromoção.

Tal como o emblema francês, também a Juventus procura este fim-de-semana conquistar a Liga italiana, desta feita pela oitava vez consecutiva. Depois de ter falhado a primeira oportunidade de alcançar o octocampeonato, com o desaire no reduto do SPAL (2-1), Crsitiano Ronaldo e companhia têm nova hipótese de festejar, já este sábado, na receção à Fiorentina. Os bianconeros só precisam de um ponto para se sagrarem campeões de Itália. 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×