27/5/19
 
 
Defesa de Assange não “compreende” reabertura do caso sobre alegada violação

Defesa de Assange não “compreende” reabertura do caso sobre alegada violação

AFP Jornal i 13/05/2019 12:18

Caso remonta a 2010, mas foi arquivado em 2017

O advogado de Julian Assange, Per E. Samuelsson, disse esta segunda-feira que não “compreende” porque razão a Suécia decidiu “reabrir um caso com 10 anos”.

Em declarações à STV, a defesa de Assange disse ainda ter visto esta decisão com “grande surpresa”. “A reabertura da investigação é embaraçosa para a Suécia”, defendeu.

Já Krinstinn Hranfsson, chefe de redação da WikiLeaks, considerou que a reabertura do caso surge como uma hipótese de o fundador “se desculpar”. Assange “nunca quis fugir à justiça sueca” e fez “uma pressão política considerável para reabrir o caso” depois de ter sido detido em Londres, completou.

Esta segunda-feira, a Suécia fez saber que vai reabrir a investigação em que Assange é acusado de violação.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×