27/5/19
 
 
João Ferreira critica ministra do Mar: "O que está em causa é a própria sobrevivência do sector"

João Ferreira critica ministra do Mar: "O que está em causa é a própria sobrevivência do sector"

16/05/2019 19:22

O cabeça-de-lista comunista disse há “muito por fazer” na “alteração de regulamentos comunitários, que permitam apoio à renovação e modernização da frota pesqueira”.

No quarto dia oficial de campanha, João Ferreira esteve no mercado de Portimão, onde, entre cumprimentar eleitores e apelar ao voto, comentou as declarações prestadas pela ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, numa entrevista à Antena 1.
 
"A ministra anuncia uma perspectiva que não pode deixar de nos causar viva preocupação. O que está em causa é a própria sobrevivência e viabilidade do sector (frota do cerco e pesca da sardinha)", assegurou. 
 
O eurodeputado afirmou que a solução deveria passar por "medidas que permitam fazer face às dificuldades de anos sucessivos de paragem da pesca vários meses e quotas muito a baixo do necessário".
 
João Ferreira ainda acrescentou que a CDU tem procurado, no Parlamento Europeu, "introduzir alterações para haver apoios às paragens biológicas e aumentar os recursos da União Europeia para a aquisição de dados sobre o estado dos recursos". 
 
Ana Paula Vitoria referiu-se esta quinta-feira à pesca excessiva da sardinha que levou à redução deste peixe, nos últimos anos. Como consequência, a ministra anunciou que a permissão para pescar sardinha vai estar dividida em duas etapas, este ano. A primeira decorre durante o mês de junho. 
 
"Nós não podemos pescar a sardinha que não temos. A sobrepesca permitida durante alguns anos fez com que o stock baixasse", alertou. 
 
Neste momento, há uma proposta da Comissão Europeia que prevê a pesca de 10.800 toneladas, no entanto, os pescadores portugueses esperam 15 mil toneladas, com os Santos Populares à porta. 
 
 
Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×